Blog Widget by LinkWithin

2017-12-21

Soneto [Tudo acaba. Esse Monstro carrancudo] - Barbosa du Bocage

Tudo acaba. Esse Monstro carrancudo,
Prole do Averno, efeito do pecado,
Tudo a cinza reduz, brandindo irado
Com sanguinosas mãos o ferro agudo.

Oh fatal desengano, horrendo e mudo
Em pavorosos mármores gravado!
Oh letreiros da Morte! Oh lei do Fado!
É verdade, é verdade: acaba tudo.

Eis o nosso misérrimo destino:
Assim ordena quem nos Céus impera:
Basta, adoremos o poder divino.

Reprime os passos, caminhante, espera,
E no epitáfio do infeliz Josino
Lê o teu nada, o que tu és pondera.

in Poemas Portugueses, Antologia da Poesia Portuguesa do Séc XIII ao Século XXI, Porto Editora

Manuel Maria Ledoux de Barbosa du Bocage (n. 15 de setembro de 1765 em Setúbal; m. Lisboa, 21 de dezembro de 1805)

Read More...

2017-12-20

Poesia - Vítor Matos e Sá (no dia em que faria 90 anos...)



É a visita do tempo nos teus olhos,
é o beijo do mundo nas palavras
por onde passa o rio do teu nome;
é a secreta distância em que tocas
o princípio leve dos meus versos;
é o amor debruçado no silêncio
que te cerca e que te esconde:
como num bosque, lento, ouvimos
o coração de uma fonte não sei onde...

in 'Esparsos'

Vítor Raul da Costa Matos, que usou o pseudónimo de Vítor Matos e Sá, nasceu em Lourenço Marques, atual Maputo, em 20 de dezembro de 1927, faleceu em Espanha em 1975.

Read More...

2017-12-19

VI [do "Livro das Ignorãças"]

Descobri aos 13 anos que o que me dava prazer nas
leituras não era a beleza das frases, mas a doença
delas.
Comuniquei ao Padre Ezequiel, um meu Preceptor,
esse gosto esquisito.
Eu pensava que fosse um sujeito escaleno.
– Gostar de fazer defeitos na frase é muito saudável,
o Padre me disse.
Ele fez um limpamento em meus receios.
O Padre falou ainda: Manoel, isso não é doença,
pode muito que você carregue para o resto da vida
um certo gosto por nadas…
E se riu.
Você não é de bugre? – ele continuou.
Que sim, eu respondi.
Veja que bugre só pega por desvios, não anda em
estradas –
Pois é nos desvios que encontra as melhores surpresas
e os ariticuns maduros.
Há que apenas saber errar bem o seu idioma.
Esse Padre Ezequiel foi o meu primeiro professor de
agramática.

in Livro das Ignorãças, 1994

Manoel Wenceslau Leite de Barros (Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, 19 de dezembro de 1916 — Campo Grande, Mato Grosso do Sul, 13 de novembro de 2014)

Read More...

2017-12-18

One eye sees, the other feels - Paul Klee

Red Balloon, 1922, Oil on muslin primed with chalk, 31.8 x 31.1 cm.
The Solomon R. Guggenheim Museum, New York

Paul Klee b. 18 December 1879 in Münchenbuchsee, Switzerland - d. 29 June 1940 Muralto, Switzerland)

Read More...

2017-12-15

Nunca Fui Mal Procedido - António Maria Eusébio

Nunca fui mal procedido.
Nunca fiz mal a ninguém.
Se acaso fiz algum bem
não estou disso arrependido.
Se mau pago tenho tido,
são defeitos pessoais.
Todos seremos iguais
no reino da eternidade.
Na balança da igualdade
Deus sabe quem pesa mais

António Maria Eusébio nasceu em Setúbal a 15 de dezembro de 1819 - m. em 22 de novembro de 1911

Read More...